Desinteresse pelos Estudos


Nem toda escola serve para todo aluno.

Encontrar a escola que faça a criança se interessar pelos estudos e que sinta vontade de estar lá todos os dias é um desafio, assim como é outro desafio pais estimularem em casa o interesse genuíno por conhecer coisas novas, curiosidade pelo encontro de novos conhecimentos e que o convívio com a informação seja agradável e traga natural curiosidade, embora seja difícil e em alguns pontos e requeira dedicação para entender e dominar tal conhecimento.

Exemplificar para clarear

Uma família com 3 filhos em que a mãe professora de física e o pai professor de matemática de vez em quando traziam o desafio para toda família depois do jantar para conseguirem resolver uma determinada equação ou problema.

O que mais valia era a brincadeira e a reunião alegre e divertida em conjunto. Pode ser qualquer outro conhecimento: descobrirem num mapa os países tais e tais mais rapidamente, terem um problema caseiro do tipo construírem uma estante de quina para aproveitamento de espaço e conseguirem fazer uma pesquisa no Google e juntos decidirem o que vão fazer.

Tudo isso estimula o interesse por estudar e em especial o entendimento do pragmatismo em que o que se estuda se aproveita de maneira útil para vida.

É pouco relevante ficar perdendo tempo em se perguntar: “onde erramos”, mas antes começar a agir de forma diferente.

Jogos em família após o jantar sempre trazem muita conexão e proximidade, além de aumentarem o interesse intelectual. Nossa sociedade, caracterizada por situações de injustiça e desigualdade, criam famílias que lutam com mil e uma dificuldades para sobreviver. Esses problemas atingem as crianças, que enfrentam inúmeras dificuldades para aprender.

Verificam-se situações diversas:

Pais separados e a criança vive com um deles que não tem tempo ou não dá tempo ao estudo da criança;

Criança que faz o jogo de só estudo com mãe / pai e fica com o outro;

O aluno é órfão;

O aluno vive num lar desunido;

O aluno vive com algum parente que não se interessa pela vida escolar da criança;

Pais que não oferecem à criança um mínimo de recursos materiais, de carinho, compreensão, amor;

Pais extremamente exigentes quanto a performance escolar mantendo parâmetros quase inatingíveis pela criança;

Pais que assumem integralmente as responsabilidades escolares da criança e se não chegam a fazer os deveres pela criança, quando nada ou pouco participam para execução da tarefa, os pais tiram ou compartilham com a criança o seu papel de aluno;

Pais que criticam a escola constantemente;

Pais que não valorizam o estudo e o conhecimento.

Essas situações trazem obstáculos à aprendizagem. Os pais podem influenciar a aprendizagem de seus filhos através de atitudes e valores que passam a eles.

A educação familiar adequada é feita com amor, paciência e coerência, pois desenvolve nos filhos autoconfiança e espontaneidade, que favorecem a disposição para aprender.

Se os problemas de aprendizagem, estão presentes no ambiente escolar e ausentes nos outros lugares, a questão a ser equacionada encontra-se no ambiente escolar, em que a própria escola, com todas as suas fontes de tensão e ansiedade, pode estar agravando ou causando as dificuldades na aprendizagem.

Dentro da escola existem, entre outros, quatro fatores que podem afetar a aprendizagem: O PROFESSOR, A RELAÇÃO ENTRE OS ALUNOS, OS MÉTODOS DE ENSINO E O AMBIENTE ESCOLAR.

Atuando como Coach Infantil me informo sobre como a criança lida com os professores, se é um professor em especial com quem ela não se dá ou se não se relaciona bem com nenhum, considero que o autoritarismo e a inimizade geram antipatia por parte dos alunos.

A antipatia em relação ao professor faz com que os alunos associam a matéria ao professor e reajam negativamente a ambos e meu trabalho é ajudar a criança a desvencilhar-se dessa associação e ir adiante porque na vida ela topará com diversas pessoas com quem não simpatiza e deverá continuar conduzindo as rédeas do seu sucesso e crescimento independente dessas pessoas serem autoritárias, simpáticas ou não.

A relação entre os alunos será influenciada pela forma como a criança se dirige aos demais e principalmente como ela se percebe a si mesma e como percebe os outros na forma de se relacionar com ela.

Para aprender, a criança precisa de um ambiente amistoso onde se sinta pertencente isso aumenta sua confiança em se expor, em respeitar opiniões diferentes e em colaborar com os colegas.

Meu objetivo nesta situação é novamente trazer as rédeas da vida de relacionamentos da criança consigo mesma e com os demais colegas para sua própria mão, visitando com ela atitudes que costuma ter, maneiras como costuma responder às provocações, estados de ansiedade e mal estar diante de situações que é confrontada, a criança descobre com recursos que já possui, mas não sabe ainda, como poderá escolher lidar com isso.

Para aprender, a criança precisa de um ambiente amistoso onde se sinta pertencente isso aumenta sua confiança em se expor, em respeitar opiniões diferente e em colaborar com os colegas.

Os métodos de ensino também podem prejudicar a aprendizagem e poderá impedir que a criança crie suas próprias ideias e seja valorizada por trazer contribuição diferente do que foi inicialmente prevista, ou impedir que os alunos se manifestem, participem, aprendam por si mesmos.

Esse tipo de método considera que o saber é único e tem que ser absorvido de igual e única forma por todas as crianças e elas deverão permanecer passivas, receber o que o professor lhes dá e devolver na prova.

Existem crianças que se adaptam a esse método e a outras que precisam de mais espaço para se manifestarem e produzirem conhecimento de maneira mais colaborativa. Não existe o método certo ou errado, mas sim a criança que se adapta mais ou menos a tal ou qual método.

Como Coach Infantil ajudo a criança se encontrar dentro desse estilo, dessa escola ou ajudo-a encontrar argumentos claros que a levem a conversar com seus pais sobre outras possibilidades de escola.

Se a criança vai mal na escola hoje, a sociedade terá grandes prejuízos amanhã, criança feliz, interessada em aprender, que sente prazer em ir à escola, que reconta os fatos do dia aos pais, que demonstra carinho pelos professores, é criança com a mente aberta, é criança com vontade de aprender e de buscar respostas às milhares de perguntinhas que brotam em sua mente.

Eu limpo em mim as memórias que compartilho com cada pessoa que venha a ler este artigo. Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grata.

Raquel Guiote Ribeiro Facilitadora Harmonia Familiar Coach Infantil www.raquelguiote.com Objetivo : Despertar Autoconhecimento | Valores nas crianças para serem felizes hoje e se tornarem adultos conscientes e responsáveis pelas suas Ações, Pensamentos, Atitudes e Comportamentos; Pais aprendendo realizar boas perguntas para gerar nas crianças reflexões e estimular o desenvolvimento de novas ações e atitudes pensadas e expressadas pela própria criança. raquelguiote@gmail.com WhatsApp(11) 98833-3215 Facebook - facebook.com/raquelguioteribeirocoachinfantil/ LinkedIn - linkedin.com/in/wwwraquelguiotecom/

Youtube - https://www.youtube.com/channel/UCwApCyJ7LqZ2EoVYiY4HcnA

A PAZ DO EU A Paz esteja contigo Toda a Minha Paz A Paz que é EU A Paz que é EU SOU A Paz para todo o tempo, agora, eternamente e até além Minha Paz EU lhe dou Minha Paz EU deixo contigo Não a Paz do mundo Mas apenas a Minha Paz A Paz do EU

#DesinteressepelosEstudos

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Wix Facebook page

 

Raquel Guiote Ribeiro

Traz Informação para Acontecer Transformação

raquelguiote@gmail.com

WhatsApp - (11) 98833-3215

Rua Marquês de Abrantes, 504 sala 11 | Chácara Tatuapé 

Rua Aracê, 303 – Vila Formosa

São Paulo - SP 

 

  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Wix Facebook page