Tédio


Tédio


Algumas crianças demonstram apatia em sala de aula o que pode ser sinal de tédio infantil.


O que poderia levar crianças a sentirem desânimo, sem qualquer causa de anemia ou outra

deficiência na saúde?


Temos assistido uma grande quantidade de crianças envolvidas numa grande quantidade de atividades, mas nem todas trazendo o real prazer e alegria.


Crianças necessitam de tempo livre para simplesmente brincar sem compromisso de acertar, fazer bem feito, simplesmente liberar-se e divertir-se onde possam desenvolver sua criatividade, autonomia e não fiquem entediadas no meio de atividades que supostamente desenvolvem habilidades, mas que não trazem prazer e contentamento,

e mantem suas agendas super lotadas de afazeres.


A maneira como a vida dessa criança é vivida, é o ponto. Quais são as escolhas feitas para a vida da criança? Como a vida desta criança é estabelecida? Esse é ponto.


Questões que realmente interferem na construção do tédio infantil:

- Agendas cheias de atividades extracurriculares;

- Presença constante de um adulto (pais, funcionários, professores) com o intuito de orientar as ações das crianças;

- Uso excessivo de equipamentos eletrônicos.


Isso é diferente de brincar livremente. Uma criança deve sempre ter segurança e integridade 1q garantidas por um adulto, o que não significa que o adulto deva estar ativamente presente.


A criança precisa saber lidar com os momentos em que ninguém pode brincar com ela ou dar atenção. E por estar acostumada a ser orientada, a criança fica à espera da próxima ordem sobre o que fazer – até sobre do que brincar.


Crianças estimuladas a criar, inventar suas brincadeiras, arriscar-se em suas ideias, com momentos de livre exploração do mundo, de contato com a natureza, de contato com outras crianças ou mesmo ficando sozinhas constroem o que é significativo para si mesmas, conseguindo decidir o que as fará sentirem-se melhores.


Não estamos propondo cair no outro extremo de não ter atividades estruturadas, como curso de línguas, mas conseguir equilibrar o tempo, e a solução não é dispor de mais tempo para ficar mais diante dos joguinhos ou da TV.


Considere-se ainda a atividade não deve ser uma escolha dos pais, mas deve ser combinada e conversada abertamente com a criança de tal maneira que ela defina como sendo uma escolha de sua responsabilidade aprender guitarra ao invés de teatro, ou vice-versa.


Assim como a atividade não deve ser algo que force o aprendizado

daquilo para o que a criança ainda não está pronta. As crianças se

desenvolvem, vão conquistando degraus pouco a pouco mais altos no

desenvolvimento de suas habilidades, mas isso deve ser feito com alegria

e autodescoberta.


Não conseguimos ajudar uma criança a ser um adulto

organizado, bem desenvolvido em suas potencialidades se não

deixarmos que antes ele seja uma criança livre para descobrir o


que é seu, o que lhe faz sentido e traz senso de identificação do

que lhe é próprio.


O livre brincar leva a criança se relacionar com outras

crianças em encontros cooperativos, por vezes

competitivos, em que o cenário criado espelha

sentimentos e flashes da sua vida experimentada e em

outras vezes sonhada.


O livre brincar permite a elaboração de grandes questões existenciais, de cunho do próprio desenvolvimento da aparelhagem psíquica. No livre brincar, a criança descobre idéias e lida com as ideias das outras crianças. É muito diferente de ser orientada por um adulto, ao qual obedece e toma como sendo mais competente e pronto para lhe dizer o que fazer, o que pensar, o que sentir, o que ser.


Essas mesmas crianças em alguns anos sentirão grande dificuldade de encontrar a carreira, atividade profissional com a qual desejam se relacionar na adultez.


Conheçam o projeto Iluminando Crianças | Mentoria on-line que preparei com muito carinho aos pais que necessitam de um direcionamento para os comportamentos indesejados de suas crianças, acesse raquelguiote.com/iluminando-criancas-mentoria



Eu limpo em mim as memórias que compartilho com cada pessoa que venha a ler este artigo. Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grata.

Raquel Guiote Ribeiro Facilitadora Harmonia Familiar Coach Infantil www.raquelguiote.com Objetivo : Despertar Autoconhecimento | Valores nas crianças para serem felizes hoje e se tornarem adultos conscientes e responsáveis pelas suas Ações, Pensamentos, Atitudes e Comportamentos; Pais aprendendo realizar boas perguntas para gerar nas crianças reflexões e estimular o desenvolvimento de novas ações e atitudes pensadas e expressadas pela própria criança. raquelguiote@gmail.com WhatsApp(11) 98833-3215 Facebook - facebook.com/raquelguioteribeirocoachinfantil/ LinkedIn - linkedin.com/in/wwwraquelguiotecom/

Youtube - https://www.youtube.com/channel/UCwApCyJ7LqZ2EoVYiY4HcnA

A PAZ DO EU A Paz esteja contigo Toda a Minha Paz A Paz que é EU A Paz que é EU SOU A Paz para todo o tempo, agora, eternamente e até além Minha Paz EU lhe dou Minha Paz EU deixo contigo Não a Paz do mundo Mas apenas a Minha Paz A Paz do EU


Posts Em Destaque