Medo e Insegurança

 

 

Medo | Insegurança

 

Crianças inseguras de certa forma estão experimentando algum tipo de medo diante de

fato real ou imaginário, ou situação que possa trazer risco de fracasso, perder o amor ou a atenção dos pais ou pessoas de especial referência. Trata-se de um estado emocional negativo que provoca alterações cognitivas, comportamentais e sociais.

 

O que precisa ser feito é recuperar a confiança da criança em si mesma e ajudá-la a se sentir querida e valiosa pelo que é e representa em sua família, na escola e entre seu grupo de amigos.

 

E se de fato a criança hoje não angaria esse tipo de afeto e reconhecimento, ajudá-la a encontrar ações que hoje a mantem distante do que quer e encontrar ações e

comportamentos que o levem para onde quer ir, viver o que quer viver de fato, sentindo-se confiante e segura.

 

São muitas as causas que podem tornar a criança insegura, medrosa ou ciumenta,

evidente que algumas experiências, vivências de dores, incompreensões, foram

construindo uma criança assustada e amedrontada. 

 

Mas nosso foco aqui é alterar esse estado de coisas e não diagnosticar ou

revolver as histórias passadas. 

 

Claro que tiveram causas e muitas, mas o que se coloca no momento diante de você é uma criança que precisa rapidamente se retomar, se resgatar e chegar as causas não a levará para isso.

 

Meu trabalho é identificar o modo de se comportar de uma criança insegura, para conseguir captar e perceber que ao equacionar esse aspecto, o objetivo traçado na sessão em família irá se realizar mais facilmente.

 

Acesse meu site raquelguiote.com e veja a construção de como acontecem as sessões com a família e a criança.

 

 

Como é a Criança Insegura

 

Trata-se de uma criança com baixa autoestima e pouca tolerância à frustração, muito sensível a qualquer crítica e que pode se render ao primeiro contratempo. Em definitivo estamos diante de uma criança que:

 

  1. Dúvida muito diante de qualquer decisão que deva tomar;

  2. Apaga ou risca muito os seus desenhos ou exercícios escolares;

  3. Mostra temor diante do erro e prefere se inibir antes de fracassar;

  4. Frustra-se facilmente;

  5. Costuma ter baixo rendimento escolar;

  6. Pouco autônoma, costumeiramente pede ajuda a um adulto;

  7. Custa fazer amigos e quando faz são crianças de menos idade do que ela,com quem se sente mais cômoda;

  8. Em alguns casos poderá expressar sua insegurança com desobediência e a agressividade e em outros casos sendo vergonhosa, passiva ou submissa;

  9. Avalia-se negativamente e não acredita em si mesma. Sua verbalização mais comum é “Não posso” “Não sei” “Não consigo”;

  10. Pode ser acometida de pesadelos com frequência ou tem problemas para conciliar o sono.

 

Qual criança nunca sentiu medo do escuro?

 

Afinal, na escuridão podem surgir monstros, bruxas, fantasmas e

outros seres assustadores, que fazem parte do imaginário infantil.

 

Apesar de ser um sentimento corriqueiro, nem sempre os pais sabem lidar

corretamente com o medo de seus filhos. Principalmente porque boa parte

desses temores tem origem na imaginação das criança.

 

A psicóloga Marilza Mestre, especializada em pânico, ansiedade e medo, afirma que os pais devem encarar o medo infantil como algo natural e saudável, pois é o medo que protege e é parte do imaginário infantil.

 

Segundo Marilza“O medo é uma resposta de nosso sistema de defesa aos estressores naturais, isto é, tudo que ponha em risco o indivíduo ou seu grupo, tanto do ponto de vista orgânico como emocional, social ou espiritual”.

 

Conforme os mais recentes estudos das neurociências o que melhor se pode fazer nessas circunstâncias da criança com medo e insegura é ajudar a se centrar no seu eixo e ajudá-la a perceber que todos estamos diante de muitas emoções e sentimentos e pensamentos o tempo todo, basta definirmos o foco e estaremos na emoção que quisermos estar.

 

 

Pais experimentem o seguinte exercício com seu filhx:

 

- Gostaria que agora você se lembrasse de uma cena bem

engraçada, bem engraçada mesmo que você viu, procure ver

essa cena com muitos detalhes. Consegue se lembrar de quanto

você riu? Pode me contar?

 

- Agora por favor gostaria que você se lembrasse de uma

situação que você se sentiu muito acarinhado por uma pessoa

que compreendeu bem você. Procure se lembrar dos detalhes,

consegue lembrar dos acontecimentos a sua volta? Pode me

contar?

 

- Gostaria que você se lembrasse de uma situação em que você

estava muito assustado... Pode me contar?

 

Faça umas três “FOTOS” desse tipo e leve agora ela a se sentir insegura, apenas citando um determinado fato que ela própria já

tenha comentado que a deixa insegura, por exemplo: tocar no recital de piano da escola; ir a uma festinha onde não conhece as pessoas todas, etc.

 

Ajude-a a ver que nosso cérebro vai para onde quisermos ir, que ela consiga perceber as sensações diferentes que pode sentir em cada imagem que projetava na sua mente.

 

E que agora ela tem a opção de decidir qual sentimento quer sentir nessas situações que trazem insegurança, sem precisar negar o que sente, mas dizendo-se a si mesma que embora se sinta insegura nessa situação pode também se sentir alegre, satisfeita por encontrar as pessoas que conhece, etc.

 

E isso trará conforto porque a criança passa a se sentir no seu próprio eixo,

compreendendo seus sentimentos e podendo conversar com eles.

 

O medo pode proteger a criança de situações realmente perigosas. É importante estabelecer limites e orientar os filhos sobre coisas que podem representar riscos a sua segurança, como escadas, janelas, tomadas, piscinas e o trânsito.

 

Por outro lado meu papel como facilitadora da harmonia familiar precisará ficar atenta a pais medrosos e inseguros e que buscam poupar a criança de toda e qualquer dor evitando em última instância até que sejam capazes de viver de forma natural, no mundo normal em que as bactérias, os muros, as escadas são parte da vida humana.

 

Oriento os pais que não devem repreender, ridicularizar nem obrigar o filhx a

enfrentar a situação que lhe dá medo sem que ele esteja preparado, na verdade essas atitudes podem piorar muito e ainda causar sofrimento e ansiedade.

 

Criar uma redoma de proteção contra os aspectos que causam o medo também não resultam em nenhum ganho, a criança precisa ser ajudada a enfrentar os sentimentos, mas sem fugir da situação ou se expor a ela.

 

Outra coisa que precisa ser cuidada é quanto a rotina familiar de amedrontar a criança com ameaças do tipo se não fizer isso, a polícia vem pegar

você, ou o homem do saco, sei lá mais o que.

 

Conheça o projeto Iluminando Crianças | Mentoria on-line que preparei com muito carinho aos pais que necessitam de um direcionamento para os comportamentos indesejados de suas crianças, acesse raquelguiote.com/iluminando-criancas-mentoria

 

Eu limpo em mim as memórias que compartilho com cada pessoa que venha a ler este artigo.
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grata.

 

Raquel Guiote Ribeiro
Facilitadora Harmonia Familiar Coach Infantil
www.raquelguiote.com
Objetivo : Despertar Autoconhecimento | Valores nas crianças para serem felizes hoje e se tornarem adultos conscientes e responsáveis pelas suas Ações, Pensamentos, Atitudes e Comportamentos;
Pais aprendendo realizar boas perguntas para gerar nas crianças reflexões  e estimular o desenvolvimento de novas ações e atitudes pensadas e expressadas pela própria criança.
raquelguiote@gmail.com
WhatsApp(11) 98833-3215
Facebook -
facebook.com/raquelguioteribeirocoachinfantil/
LinkedIn -  linkedin.com/in/wwwraquelguiotecom/

Youtube - Raquel Guiote Ribeiro

 

A PAZ DO EU
A Paz esteja contigo
Toda a Minha Paz
A Paz que é EU
A Paz que é EU SOU
A Paz para todo o tempo, agora, eternamente e até além
Minha Paz EU lhe dou
Minha Paz EU deixo contigo
Não a Paz do mundo
Mas apenas a Minha Paz
A Paz do EU

  

 

 

Tags: Assertividade

Please reload

Posts Em Destaque

Quer ser Altruísta? Existem dois lados do altruísmo, qual é o seu? Descubra…

04/08/2016

1/1
Please reload

Posts Recentes

03/07/2020

03/06/2020

07/12/2018

Please reload

Please reload

Arquivo
Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Wix Facebook page